Inácia Poullet Rôti – boa cozinha e aconchego
outubro 18, 2016  /  By:   /  Melhores Restaurantes  /  Sem comentários

 

Há quem considere a decoração do Inácia Poulet “over“, com suas madeiras, cimento, tapetes de procedência, cristais e porcelana. Eu gosto. Gosto do aconchego desse ambiente, isso sem falar do delicioso jardim, que recebe a luz e tem como teto grandes árvores e o céu de Brasília.

O Inácia Poulet existe há cinco anos e foi inaugurado sob o comando da Chef Cordon Bleu, Alexandra, irmã do advogado Luiz Alcoforado, ainda na direção da casa. A proposta inicial eram frangos e codornas, especialmente recheadas e acompanhados de três opções. O creme de milho e o cuscuz marroquino eram meus preferidos (e ainda existem). Muito bom, detalhe para o recheio de miúdos com farofa temperada. Perfeito.

cevichecampeao

Ceviche campeão

Com a saída da Chef, a casa fez suas modificações, trouxe Chef peruano que foi medalhado com o Ceviche Campeão (que eu sempre peço num dia quente), partindo assim para novos pratos, num cardápio sem uma identidade exclusiva, mas que cabe bem ao novo menu da casa.

Há poucos dias a aquisição de profissionais treinados e vindos do ex-Piantella, deu uma renovada no cardápio e trouxe mais clientes. Pastéis à mesa, banana flambada no salão, filé a Moscovitch, língua ao poivre, camarão no champanhe (apresentado na foto pelo Jack Santana) e carré de cordeiro, foram alguns dos ganhos do cardápio (fotos na galeria acima). O cliente está numa casa com opções diversificadas, mas algumas já tradicionais, como o Cassoulet, que agora pode ser servido todo dia. Além disso, foi criado o prato Executivo, a R$ 50,00, com entrada, prato principal e sobremesa. Um bom preço.

Como disse, gosto do Inácia Poulet, mas sempre que vou lá, registro que os preços dos vinhos são muito elevados e já me disseram que agora vem uma boa notícia para quem gosta daquele lugar sofisticado, com boa temperatura e jardim que poucos têm.Vem aí preços mais baixos nos novos rótulos de vinhos. Estou no aguardo.

 

wellingtonosmar

Com Wellington e Osmar

O conhecido Júnior Baiano, do ex-Piantella, está nas caçarolas, Wellington, no salão, auxiliado pelo discreto Osmar (na foto comigo), todos bem treinados no ex- restaurante do poder de Brasília. (Aliás, restaurante que eu gostava muito).

#RECEITA DO CEVICHE PERUANO

INGREDIENTES

70g de peixe branco (corvina, porquinho e/ou pescada branca)
30g de camarões médios cozidos
30g lula e polvo cozidos
Suco de dois limões Tahiti
2 colheres (sopa) de água gelada
¼ de cebola roxa cortada em plumas
1 colher (sopa) de milho cozido
1 colher (chá) de pimenta dedo-de-moça picada e sem as sementes
1 colher (chá) de folhas de coentro picadas
1/2 batata-doce
1 garrafa de 300 ml de refrigerante de laranja
MODO DE PREPARO

Descasque e corte a batata-doce em bastões. Coloque em uma panela, cubra com água, adicione sal a gosto e coloque no fogo. Quando a água começar a ferver, deixe cozinhar por mais 5 minutos. Retire a água e depois cubra com o refrigerante de laranja. Deixe repousar por 30 minutos.
Para fazer o ceviche, adicione em uma panela com água fervente os camarões e as lulas e deixe cozinhar por 20 segundos. Corte o peixe em cubos de mais ou menos 2 cm e coloque em uma pequena vasilha. Adicione o sal, a pimenta e o suco do limão para que o “cozimento” a frio seja uniforme. Deixe descansar por 10 ou 15 minutinhos. Acrescente a água gelada para amenizar a acidez. Junte a cebola e o milho. Sirva em cumbuquinhas, taças de martíni ou pratos fundos, enfeite com os bastões de batata doce e finalize polvilhando o coentro fresco e picadinho por cima de tudo.

 

Inácia Poullet: Endereço: CLS 103 Bloco B Loja 34 – Asa Sul, Brasília – DF, 70342-520
Telefone: (61) 3225-4006  https://www.facebook.com/InaciaPouletRotiOficial/?fref=ts

Receita do ceviche: http://receitas.ig.com.br/ceviche-classico-misto-com-fanta-laranja/506dae6b335da41e52000354.html

Sobre o autor :

Comunicadora, redatora, radialista, palestrante motivacional.

Comentários no Facebook

Escreva um comentário